Para parceiros

A nossa história

Somos uma pequena empresa social recente (Junho de 2020) à base de voluntariado e já somos financeiramente sustentáveis. Temos espaço para um parceiro com a mesma visão de educar hoje os líderes do futuro.

A nossa visão e missão

A nossa visão é de um mundo melhor, em que as crianças de hoje são os líderes de amanhã e têm alta inteligência emocional e as qualidades de carácter que daí decorrem: trabalho em equipa, coragem, honestidade, empatia, resiliência, gratidão, e consciência social e ambiental.

Para chegar lá, a nossa missão é ensinar crianças a reconhecer o que sentem, perceber a razão e obter o que precisam; e também ajudar os pais e professores a criar um espaço para falar de emoções com as suas crianças.

O nosso primeiro objectivo é a felicidade das crianças.

Saber mais

Pode saber tudo sobre nós nos ítens desta página. Se tiver perguntas ou achar que alguma coisa está em falta, por favor contacte-nos.

O problema em que trabalhamos

Antes da pandemia, 20% das crianças tinham baixa consciência emocional, o que é um dos factores de risco para ansiedade (correlação de 32%) e depressão (correlação de 40%) (Kranzler et al., 2016). Estes problemas têm aumentado: a ansiedade e depressão cresceram 50% entre 2003 e 2007 (Center for Disease Control) e a situação piorou com a pandemia (Barnardos, 2020): no primeiro ano de covid, 25% das crianças tiveram sintomas de depressão elevada e 20% tiveram sintomas de ansiedade elevada (Racine et al, 2021).


A solução que propomos

É um programa infantil de educação socio-emocional que:

  • trabalha emoções com crianças;
  • desenvolve competências socio-emocionais;
  • promove consciência, inteligência, e expressão emocional;
  • melhora a saúde mental.

É para crianças dos 4 aos 7 anos , desde o pré-escolar no jardim de infância até ao 2º ano do ensino básico na escola.

É o único programa de educação infantil que explica emoções às crianças através de vídeos. Também tem canções, sugestões de conversa entre adultos de crianças, e actividades manuais de educação emocional para imprimir em casa.

As personagens dos vídeos são fantoches e a personagem principal é o Ginja.

Cada sessão leva entre 15 e 45 minutos a completar. Todo o conteúdo está "online". As psicólogas podem usar o Guru das Emoções de forma autónoma, flexível e ao seu próprio ritmo.


Concorrência e a nossa inovação

Felizmente, há muitas iniciativas a trabalhar neste problema. Correspondem maioritariamente a dois grupos:

  • Formação e capacitação de educadores, por exemplo o projecto RULER do Centro de Inteligência Emocional de Yale que decorre durante um ano em escolas e com professores. Estes programas presenciais são eficazes e baseados na ciência mas levam tempo e recursos substanciais para implementar com treino de professores e escolas.
  • Vídeos e filmes que mencionam emoções, por exemplo a Rua Sésamo e Inside Out (Divertida-mente). Estes programas de vídeo digitais escalam facilmente mas perdem a relação humana que está na raiz da inteligência emocional.

A nossa solução usa o melhor dos dois mundos:

  • é escalável porque o conteúdo é digital e usamos a internet para distribuir vídeos e canções;
  • é eficaz porque os nossos utilizadores são pais e professores, que mostram os nossos conteúdos às crianças e têm uma linguagem comum para falar de emoções.

O perfeito exemplo é a história que uma mãe nos contou. A sua filha de 4 anos estava a andar de bicicleta e parou em frente a uma descida. A mãe mencionou o episódio 6, em que o Sabichão tem medo das ondas, dá um nome à emoção, e o medo já não o controla. A criança seguiu os mesmos passos, sentiu alívio, e fez a descida a andar de bicicleta.

Usamos a escalabilidade da comunicação digital por internet e a eficácia da comunicação pessoal na família ou na escola. As crianças aprendem por analogia com os exemplos tangíveis nas histórias e graças à comunicação com os adultos. O nosso método inovador é digital e humano, artístico e científico, divertido e educativo.

competition

Modelo de negócio

Somos uma empresa social e a nossa primeira prioridade é resolver os problemas que decorrem das crianças terem baixa inteligência emocional (saber mais).

O nosso modelo de negócio é "freemium" e venda de subscrições "directo ao consumidor": damos acesso gratuito a 1 sessão e pedimos uma contribuição para o acesso ao programa completo.

Os nossos clientes são famílias com crianças entre os 4 e os 7 anos, e também escolas privadas e públicas com 1º ciclo.


Contribuição para os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável

Contribuímos sobretudo para:

A longo prazo e indirectamente, também esperamos contribuir para:


Teoria da mudança

A nossa teoria da mudança, de forma resumida, é:

  • os "stakeholders" são famílias e escolas com crianças entre os 5 e 10 anos
  • o problema é a baixa inteligência emocional em 17% das crianças (saber mais)
  • uma causa é a falta de educação emocional, tanto na escola como nas famílias
  • a nossa actividade é uma série de vídeos para ver e ouvir em família ou nas salas de aula (saber mais sobre a solução)
  • o nosso "output" é o número de famílias ou escolas inscritas
  • o nosso impacto em crianças é melhor educação (medido por resultados escolares), saúde, perspectivas de emprego, e felicidade na vida, alinhados com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável 4, 3, 12 e 8 (saber mais)
  • o nossa métrica a curto prazo é um inquérito por internet de famílias registadas cuja pergunta principal é "Ficaria muito desiludido se não pudesse usar mais a nossa série?" (a medida normal de adequação entre produto e mercado)
  • a nossa proposta de avaliação é um projecto piloto em escolas com alocação aleatória e medição dos níveis de consciência emocional nas crianças e diferença de comportamento com entrevistas a pais e educadores (o líder de projecto tem um doutoramento e experiência em ensaios clínicos, por exemplo esta proposta com aprovação ética)
  • os nossos riscos são sobretudo financeiros (se não gerarmos receitas suficientes para sermos sustentáveis) e de atrição (se as famílias abandonarem o programa), e podemos quantificar ambos.


Igualdade, diversidade e inclusão

A nossa política de igualdade, diversidade, e inclusão assenta nos pontos seguintes.

Insistimos na paridade de género, quer na equipa quer nos vídeos.

Seguimos as práticas que vêm da pesquisa académica (o líder de projecto estudou os impactos económicos da discriminação): por exemplo, pedimos aos candidatos que não ponham o nome nos currículos para evitar um viés cultural; para selecção das vozes dos actores e actrizes, fazemos entrevistas só por áudio para evitar um viés da aparência física.

Dentro da equipa, privilegiamos partilha de emoções e vulnerabilidade, por exemplo: começamos e acabamos cada reunião com uma ronda de partilha dos nossos sentimentos naquele momento, o que cria segurança psicológica para trabalhar em conjunto e também ajuda a tratar de dificuldades antes de se tornarem problemas.


Parceiros actuais

O Guru das Emoções tem orgulho no apoio nacional de:

Escola Superior de Saúde de Santa MariaInstituto de Apoio à CriançaISCTE-Saúde

e no apoio internacional de:

The Puppet CompanyVersus Virus IncubatorAWS ActivateStartup School (YCombinator)

Veja a nossa presença e entrevistas nos "media":

Gazeta das Caldas91FM (rádio Caldas da Rainha)M80 (rádio)Público